Mídia e erotismo
BR FCJA J/PP.mo / S237m por(BR) 2005


Referência

SANTOS, Quitilane Pinheiro dos. Mídia e erotismo: a adaptação da obra de Jorge Amado para o cinema. Orientador: Prof. Me. Dirlenvalder do Nascimento Loyolla. Linhares, 2005. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso(Licenciatura em Letras Português-Inglês)-Faculdade de Ciências Aplicadas “Sagrado Coração”, UNILINHARES, 2005.

Tipo

Monografia

Resumo

As obras de Jorge Amado vêm sofrendo há muitos anos diversas adaptações, sejam elas destinadas à televisão ou ao cinema. Dentro desse processo de adaptação, identifica-se um problema que diz respeito a uma certa intensificação dos aspectos ditos eróticos da obra do escritor baiano. É sabido que suas obras geralmente caracterizam-se por certo nível de erotismo, o que pode ser visto como um elemento marcante dentro de seus principais romances. Em suas narrativas, o autor desenvolve a questão de sensualidade, marca do povo brasileiro, de uma maneira intensa, buscando de alguma forma caracterizá-la. As adaptações cinematográficas, e também televisivas, tentam estimular o aumento de seu público devido a questões mercadológicas. A questão do mercado também envolve a própria produção literária de Jorge Amado, acusando várias vezes de produzir uma espécie de “romance de exportação” – literatura produzida no Brasil que, aproveitando-se do lado exótico das regiões descritas, “venderia” uma imagem de paraíso tropical aos olhos estrangeiros. Este trabalho monográfico foi realizado a partir de uma pesquisa bibliográfica fundamentada em autores renomados que já havia produzido acerca do tema investigado.

Notas

  • SUMÁRIO
  • 1 INTRODUÇÃO
  • 2 JORGE AMADO: O ESCRITOR
  • 2.1 O REGIONALISMO AMADIANO
  • 2.2 VERACIDADE: PERSONAGENS E AMBIENTES DA LITERATURA AMADIANA
  • 3 MÍDIA E EROTISMO NA LITERATURA
  • 3.1 MÍDIA: OS EFEITOS DA COMUNICAÇÃO
  • 3.2 EROTISMO À MODA AMADIANA
  • 4 JORGE AMADO E O CINEMA
  • 4.1 OBRAS AMADIANAS ADAPTADAS PARA O CINEMA
  • 4.1.1 Perdas referentes à adaptação
  • 4.1.2 Ganhos referentes à adaptação
  • 4.2 JORGE AMADO E A CRÍTICA
  • 5 CONCLUSÃO
  • 6 REFERÊNCIAS
  • ANEXOS

Palavras-chave

J/PP.mo S237m; J/PP.mo; JA; CINEMA; EROTISMO; MÍDIA; ADAPTAÇÃO/CINEMA