Acervo de documentos


Las mujeres de Jorge Amado BR FCJA J/PP.e / H478m esp(a) 2015

HERNÁNDEZ CASTRO, Gustavo. Las mujeres de Jorge Amado: un análisis socioliterario de la novela Tieta do agreste. [As mulheres e Jorge Amado: uma análise sócio literária do romance Tieta do agreste ]. San José: Ediciones Didácticas Nexo, 2015. 202 p. , il. color. ISBN 978-9968-557-64-1.

El libro analiza la obra ficcional de Jorge Amado, Tieta do Agreste pastora de cabras ou a volta da filha pródiga, desde la sociología literaria. En esta obra, se analiza la marginalización de las mujeres latinoamericanas, problemática cuyos rasgos típicos se denotan claramente en la novelística de este escrito. Amado, al ser un escritor que se alimenta de las clases más desposeídas, logra encamar y problematizar la verdadera participación de las mujeres brasileñas dentro de la sociedad. Es a partir de esa realidad histórica que hace sentir la presencia de un personaje problemático (Tieta) y su misión concreta: romper las ataduras de la sociedad patriarcal para demostrar que hombres y mujeres pueden trabajar juntos por el bien común y las transformaciones sociales.

BR FCJA J/P / FAMI por(BR) 2012

REVISTA FAMÍLIA CRISTÃ. São Paulo: Paulinas, ano 78, n.920, ago. 2012. 86 p. ISSN 0014-7125.

Salve, Jorge! O amado BR FCJA J/P / FAMI por(BR) 2012

ROCHA, Jucelene; ALVES, Jocilene. Salve, Jorge! O amado. Revista Família Cristã, São Paulo, ano 78, n.920, p. 78-80, ago. 2012.

Reportagem sobre o escritor Jorge Amado, em virtude das comemorações do seu centenário de nascimento.

BR FCJA J/P / FASC ita/ing 1994

FASCINO. Roma: Alitalia, ano 5, n.16, ott. 1994. 146 p.

Revista de bordo da companhia aérea italiana Alitalia.

Amado Jorge BR FCJA J/P / FASC ita/ing 1994

CHIERICI, Maurizio. Amado Jorge. Fascino, Roma, ano 5, n.16, p. 82-87, 146, ott. 1994.

Reportagem realizada com o escritor Jorge Amado. Entre os principais assuntos, destacam o Prêmio Stalin da Paz, rebatizado como Prêmio Lenin da Paz e o quadro "A pomba da paz", 1949 de Pablo Picasso.

Correspondências BR FCJA J/PP.e / A353c por(P) / fra 1972

ALENCAR, José Arraes de. Correspondências. Lisboa: [s.n.], 1972. 30 p.

Encadernado epistolar de José Arraes de Alencar, contendo correspondências do autor enviadas para vários intelectuais, dentre eles, Jorge Amado. No texto o autor faz uma analise e elogia o livro ABC de Castro Alves, escrito por Amado.

Rua Alagoinhas 33, Rio vermelho BR FCJA J/PP.te / S11r por(BR) 2016

SÁ, Alzira Queiróz Gondim Tude de. Rua Alagoinhas 33, Rio vermelho: a casa de Jorge Amado: mediação fotográfica revela o lugar da intimidade. Orientadora: Profª. Dra. Kátia de Carvalho. Salvador, 2016. 260 f., il. color. Tese(Doutorado em Ciência da Informação)-Instituto de Ciência da Informação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2016.

Este estudo se propõe a demonstrar, através da análise e leitura dos registros fotográficos de objetos que compõem uma casa, que os mesmos podem se constituir numa fonte mediadora de informação sobre o capital social e cultural de um sujeito ressaltando, nesse processo, o olhar do fotógrafo como mediador. Compõe um quadro teórico conceitual que estuda o fenômeno fotográfico em sua historicidade e complexidade epistemológica, enquanto documento, representação e fonte de memória. Investiga sobre a ascensão da fotografia como documento social, como um instrumento da pesquisa cientifica, sobre a sua apropriação e uso pelas ciências sociais e em especial pela Ciência da Informação. Desvela sua potencialidade como mediadora cultural, através do estudo e análise dos registros fotográficos dos objetos da casa do escritor Jorge Amado, contidos no livro Rua Alagoinhas 33, Rio Vermelho, eleito como universo da pesquisa. Como recorte, foi designado a sala de visitas e os registros fotográficos dos objetos cujas autorias foram identificadas, perfazendo um total de 32 (trinta e dois) registros. A pesquisa enquadra-se na tipologia dos estudos exploratórios e descritivos cuja técnica adotada foi a da pesquisa bibliográfica e documental e como instrumento de coleta de dados aplica uma entrevista com o fotografo, a qual se juntou a observação direta. Apropria-se do método heurístico, caracterizado como intuitivo e experimental e através do processo de desmontagem e remontagem, implica identificação, numeração e resumo temático de cada figura/objeto, no detalhamento e descrição, foram criados oito grupos temáticos. A análise e releitura dessas figuras/objetos agrupados por semelhanças, identidades, incidências autorais, no processo de remontagem, favoreceram que à constituição da rede sociocultural tecida pelo escritor Jorge Amado, fosse dada a visibilidade pretendida. Como resultado o estudo demonstra que o processo de entrelaçamento entre documento, imagem, memória, informação e cultura aponta para a potencialidade da fotografia como mediadora cultural, abrindo assim novas possibilidades de estudo no campo da Ciência da Informação.

BR FCJA J/P / FATO por(BR) 1963

FATOS E FOTOS. Rio de Janeiro: Bloch Editores, n.139, 28 set. 1963.

.

Gente muito importante BR FCJA J/P / FATO por(BR) 1963

LÉON, A. Ponce de. Gente muito importante. Fotografias de Nicolau Drei e Gil Pinheiros. Fatos e Fotos, Rio de Janeiro, n.139, 28 set. 1963.

Reportagem destacando o encontro de personalidades brasileiras no Palácio das Laranjeiras, para a realização de uma foto histórica. Entre as personalidades presente no encontro realizado pela revista Fatos e Fotos, estavam: Marcolino Candau, Pelé, Guiomar Novais, Di Cavalcanti, Carlos Chagas Filho e Jorge Amado.

BR FCJA J/P / FATO por(BR) 1970

FATOS E FOTOS. Rio de Janeiro: Bloch Editores, ano 10, n.503, 24 set. 1970. 82 p.


5753 documentos